Valparaíso de Goiás inicia as obras de acessibilidade em escolas municipais

Entorno

Atendendo às exigências da lei federal nº 10.098, de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, a Prefeitura de Valparaíso de Goiás, por meio do “Projeto Viva Acessibilidade”, iniciou uma série de intervenções que visam adaptar a Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves e o Centro Municipal de Educação Infantil Mestre Sabá às condições dos alunos portadores de necessidades especiais.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, “a Secretaria de Desenvolvimento e Infraestrutura é a responsável pelas obras que tem como objetivo a adequação do acesso de alunos, crianças, pais e professores na entrada dos prédios públicos”. A gestão do prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró, estima que as obras nas escolas devam ser concluídas até o fim deste mês. Atualmente, no Brasil, acredita-se que 24% da população possua algum tipo de deficiência. O IBGE, em seu último senso, constatou que 45 milhões de brasileiros são portadores de necessidades especiais. “As obras respeitam as normas de acessibilidade e incluem inicialmente o calçamento adequado de toda área que cerca ambas as escolas”, explica o prefeito Pábio Mossoró.

Para o presidente da AMAB, Hildo do Candango, somente um governo com postura humana investe em questões sociais como o investimento em obras que respeitam a acessibilidade. “São essas situações corriqueiras que passam despercebidas por pessoas que nunca lidaram com nenhum tipo de deficiência, seja na família ou com amigos. Se você for a um estabelecimento empresarial, dê preferência aos locais com acessibilidade arquitetônica para o atendimento a pessoas com deficiência. A gestão de Pábio merece meus parabéns”, afirmou Hildo.