A prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (PMDB), foi eleita no primeiro turno

Só três mulheres são eleitas nas grandes cidades em 2016

Política

Apenas três mulheres foram eleitas prefeitas nas grandes cidades brasileiras –grupo que compreende as capitais e cidades com mais de 200 mil eleitores, onde há a possibilidade de segundo turno. Boa Vista (RR), Pelotas (RS) e Caruaru (PE) elegeram mulheres neste ano.

No total, 57 das 93 cidades tiveram candidatas mulheres nas eleições municipais de 2016. Em São Luís, Rio de Janeiro, Olinda, Montes Claros, Juiz de Fora e Florianópolis, o número chegou a três candidaturas femininas.

Desses 57 municípios, dois elegeram prefeitas mulheres já no primeiro turno: Boa Vista (RR), que elegeu Teresa Surita, do PMDB, pela quinta vez, e Pelotas (RS), onde a tucana Paula Mascarenhas foi a primeira prefeita eleita na história da cidade.

Teresa Surita, ex-mulher do senador Romero Jucá (PMDB-RR), também era a única mulher eleita no primeiro turno em 2012.

Seis mulheres disputaram o segundo turno das eleições deste domingo (30) nas cidades de Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Juiz de Fora (MG), Caruaru (PE), Canoas (RS) e Guarujá (SP). Apenas uma, no entanto, se elegeu: a tucana Raquel Lyra, primeira mulher eleita em Caruaru, que disputou o pleito com Tony Gel (PMDB).

Partidos

Dentre os partidos que mais lançaram candidatas à prefeitura das grandes cidades brasileiras, destacam-se aqueles que têm menor representatividade. PSOL e PSTU lideraram o ranking, com 18 e 14 candidatas, respectivamente. Em seguida aparecem o PT (10), o PSDB e o PRB (6 cada um) e o PMDB (5).

As eleitas, no entanto, representam partidos maiores: duas eleitas, Paula Mascarenhas e Raquel Lyra, são do PSDB –além de Teresa Surita, do PMDB.

Uma das explicações para a vitória das candidatas de grandes partidos pode ser o financiamento das campanhas. Enquanto Teresa Surita arrecadou R$ 1,7 milhão em sua campanha no primeiro turno, Luciana Genro, do PSOL, que foi candidata à Presidência em 2014 e neste ano concorreu em Porto Alegre, arrecadou R$ 411 mil.

O financiamento também é questão quando a comparação é entre a arrecadação das campanhas das prefeitas eleitas com a dos prefeitos eleitos. Paula Mascarenhas, do PSDB, arrecadou R$ 625 mil na sua campanha no primeiro turno em Pelotas (RS). O tucano Firmino Filho, também eleito no primeiro turno, em Teresina (PI), arrecadou R$ 1,3 milhão.

Balanço geral

Ao todo, 2.105 mulheres concorriam aos cargos de prefeitas em todo o Brasil nas eleições deste ano –outras 2.988 concorriam como candidatas a vice-prefeita. Entre as vereadoras, 153.315 candidatas tentavam o Legislativo municipal.

Em 52 municípios brasileiros houve somente mulheres como candidatas à prefeitura. Em contrapartida, em 3.815 dos 5.570 municípios havia apenas homens concorrendo – no caso das 93 grandes cidades, em 36 delas.

Fonte: eleicoes.uol.com.br