Rogério Rosso sobre Operação Panatenaico: “Estou muito tranquilo com minha consciência”

Política

A 27ª edição do projeto Sabatina ABBP desta segunda-feira (06), entrevistou o deputado federal Rogério Rosso (PSD).  Rosso é presidente da Frente Parlamentar Mista pela Defesa/, Apoio e Fortalecimento da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (FPRIDE) e presidente do PSD/DF.

Na entrevista, o parlamentar não confirmou a reedição para 2018 da aliança que resultou na eleição do governador Rodrigo Rollemberg em 2014.  A aliança que levou à indicação de Renato Santana para compor a chapa como vice estremeceu durante o governo Rollemberg.

O governador e Santana se afastaram e o PSD perdeu espaço na administração. Hoje a relação é fria.

Eleições 2018

“A decisão será no campo da executiva do partido que em breve estará tomando uma decisão.”

Gestão Rollemberg

“O Distrito Federal vem passando por problemas de gestão gravíssimos. Mais um governo atrapalhado e nós temos chance de perder a autonomia do DF.”

Sobre Renato Santana

“Se o partido entender que Renato poderá se candidatar, porque não? Eu garanto que o dia de Renato Santana, é muito mais intenso do que de qualquer secretário.”

Operação Panatenaico

Rosso disse que nada a tem a ver com a citação de seu nome na como supostamente envolvido em irregularidades na obra do Estádio Nacional Mané Garrincha. Eu fui citado por um terceiro. Quando em entrei em março de 2010, a licitação do Estádio já estava no tribunal de contas.”

Entorno

“Trabalho na frente parlamentar do entorno. Neste ano nós tivemos um embate com a bancada da Amazônia para fazer um acordo sobre a Proposta de Emenda à Constituição que prevê a criação da Zona Franca do Entorno do Distrito Federal.”