MEC vai liberar mais R$ 28,1 milhões em recursos para instituições de ensino superior em Goiás

Geral

Caiado disse que os recursos  vão ampliar a qualidade do ensino superior em Goiás

O Ministério da Educação (MEC) informou ao senador Ronaldo Caiado (Democratas) a liberação este mês de mais R$ 28,1 milhões em recursos para a instituições de ensino superior em Goiás, sendo a última parcela realizada na última quarta-feira (29/11). Ao todo já são R$ 222,2 milhões este ano divididos entre a Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IF Goiás) e o Instituto Federal Goiano (IF Goiano).

“O ministro da Educação, Mendonça Filho, não tem medido esforços para atender as demandas da educação em Goiás. O compromisso que ele tem com o País se estende com carinho especial ao nosso Estado, como tem demonstrado ao atender nossas solicitações em Brasília. Esses recursos, que depois de muitos anos estão sendo garantidos em sua totalidade, vão ampliar a qualidade do ensino superior em Goiás”, destacou o senador.

Em 2017 a UFG recebeu um total de R$ 130.968,669 em recursos, sendo as últimas duas parcelas em 1 de novembro (R$ 6.196,612) e 28 de novembro (R$ 7.715,532). Já o IFG Goiano recebeu este ano R$ 53.300,270 e em novembro uma parcela de R$ 3.678,748 e outra de R$ 4.166.792. O IFG de Goiás recebeu R$ 37.931,861 em 2017, sendo as últimas duas parcelas de R$ 3.237,984 e outra de R$ 3.167.562.

Do montante de R$ 1,023 bilhão liberados nesta quarta, R$ 497,04 milhões são referentes a recursos financeiros discricionários, quantia que, somada ao que já foi repassado este ano, chega a R$ 7 bilhões. Os repasses da atual liberação somam R$ 343,54 milhões para as universidades e R$ 148,54 milhões para os institutos federais. “Pelo segundo ano consecutivo, garantimos 100% do custeio para a rede federal, fato que não acontecia há alguns anos”, declarou o ministro Mendonça Filho.

Os outros R$ 525,6 milhões liberados referem-se ao limite de empenho para custeio das instituições federais de ensino.  Com isso, pelo segundo ano consecutivo, a atual gestão do MEC garante que as universidades e institutos federais tenham 100% do orçamento disponível para as despesas necessárias à manutenção e à regular continuidade da prestação dos serviços. Desta planilha a UFG recebeu R$ 8.307,022, o IF Goiano R$ 3.957,454 e o IF de Goiás R$ 2.362,450.

“Reafirmamos nosso compromisso com a educação superior, técnica e tecnológica, assegurando a manutenção adequada do dia a dia, como limpeza, vigilância e outras atividades essenciais, para o bom funcionamento dessas instituições, dando tranquilidade aos professores, servidores e todos os estudantes brasileiros”, destacou Mendonça.

Em março de 2016, o MEC teve corte de R$ 6,4 bilhões no orçamento do ano. Quando assumiu, em maio do ano passado, a atual gestão do MEC recuperou R$ 4,7 bilhões do que havia sido cortado. Com essa recomposição, foi possível dar continuidade aos programas, preservar recursos para custeio e possibilitar a retomada de obras nas instituições federais.