“Luziânia segue se desenvolvendo mesmo neste momento de crise”, diz Cristóvão Tormin

Política

Multinacional Coca-cola e grupo Brasal instalam indústria em Luziânia e já começam produção na próxima semana

O prefeito Cristóvão Tormin (PSD) recebeu o diretor financeiro do grupo Brasal, Rafael Guaragna, nesta quarta-feira (15), para a entrega do alvará de funcionamento da nova indústria de Luziânia, a mineração Bom Jesus, que irá envasar água mineral.

A expectativa é que o grupo empresarial também produza outros produtos da Coca-cola em um futuro próximo.

O grupo Brasal é um dos maiores grupos empresariais da região Centro-Oeste e atua hoje com a revenda de veículos Volkswagen, comercialização de combustíveis Shell e Petrobrás, produção e distribuição de bebidas Coca-cola e incorporação e construção imobiliária. O envasamento de água mineral aqui no município é um empreendimento da Brasal e da multinacional Coca-cola.

A indústria de água mineral fica na estrada que leva ao distrito de Maniratuba, cerca de 12km da GO-010.

Guaragna destacou o importante papel do prefeito Cristóvão para a instalação desta empresa na cidade. “Eu quero agradecer imensamente ao prefeito Cristóvão, que desde o início apoiou muito este empreendimento e graças a este apoio as coisas estão acontecendo e dando certo. O apoio e a agilidade nos tramites burocráticos foram decisivos para nos instalarmos aqui”, afirmou o diretor.

Cristóvão disse que Luziânia segue se desenvolvendo mesmo neste momento de crise. “Enquanto ouvimos falar que em outras cidades empresas estão fechando as portas, graças a Deus estamos conseguindo atrair novas indústrias para o município”, destacou Cristóvão.

Ainda sobre a atração de empresas, o prefeito afirmou que continuará dando total apoio para que novas empresas continuem se instalando em Luziânia. “Tenham a certeza que vocês podem contar com meu irrestrito apoio para que empresas venham para a nossa cidade, gerando cada vez mais emprego e renda para a nossa população. Desde nosso primeiro mandato estamos trabalhando para isso e já estamos colhendo os frutos”, disse Cristóvão.

Da redação com informações do Luziânia 24h