Luiza Erundina chama Temer de golpista durante sabatina

Política

A pré-candidata à prefeitura de São Paulo pelo PSOL, Luíza Erundina disse durante uma sabatina, que considera o presidente em exercício Michel Temer, um golpista.

“Ele ajudou a articular um golpe. Não foi comprovado crime de responsabilidade. Sem esse critério, o afastamento da presidente Dilma se torna um golpe e isso é ruim para a democracia”, disse Luiza Erundina.

Durante a sabatina, a deputada federal, que segundo o Data Folha está com 10% das intenções de voto, afirmou que os governos de Lula e Dilma se desviaram da real essência do PT, partido que ela ajudou a criar.

Erundina (PSOL), também criticou a “política de privatização” de João Doria, do PSDB, e se mostrou totalmente contra a privatização do Autódromo de Interlagos. Ela classificou Doria como um “candidato empresário”.

Sobre a gestão do atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, a candidata disse que concorda com as alternativas de mobilidade criadas por ele, como ciclovias e faixas de ônibus. Ela também se mostrou a favor dos novos limites de velocidade implantados nas marginais Pinheiros e Tietê e em outras vias da cidade de São Paulo. “Queremos construir uma cidade das pessoas, não queremos uma cidade de carros”, declarou.

Já no fim da sabatina, Luiza Erundina disse que quer formar uma aliança com o povo, que foi o que faltou para o governo Dilma. Para ela, a presidente afastada focou apenas na aliança com o Congresso e não teve capacidade de liderança para dialogar.

 

Com informações do SBT BRASIL