DF terá novos parques no Altiplano, Gama e Sobradinho

Geral

ociedade civil e governo vão atuar nas três regiões para articular a criação e revitalização dos parques

Três grupos de trabalhos com a participação de representantes do governo de Brasília e da sociedade civil irão articular as ações para implantar, revitalizar e gerir cinco parques no Altiplano Leste, Sobradinho e Gama. As portarias (páginas 26-27) da Secretaria do Meio Ambiente do Distrito Federal (Sema-DF) que instituem os GTs foram publicadas na terça-feira (11), no Diário Oficial do DF, e atendem demandas das comunidades dessas regiões.

Os grupos terão prazo de até 90 dias para identificar a forma de funcionamento mais adequada e a composição do colegiado, que se constituirá como um espaço de articulação técnica, política e de encaminhamento das ações. Os integrantes desempenharão suas atividades de maneira voluntária.

O chefe da Unidade Estratégica de Biodiversidade e Cerrado da Sema-DF, Leonel Graça Generoso, explicou que “os grupos de trabalho poderão constituir futuros conselhos, colegiados, que envolvam governo e sociedade civil, de acordo com as necessidades identificadas na evolução dos trabalhos”. Ele acrescentou que o próximo passo será o agendamento de reuniões para o início das atividades. Os grupos analisarão a necessidade de convidar outras instituições, públicas e privadas, para contribuírem com o objetivo estabelecido.

Demandas

A comunidade do Altiplano Leste solicitou a criação do Parque das Esculturas, cartão de visita do núcleo rural. Os moradores de Sobradinho se mobilizaram pelo parque Canela de Ema. O grupo de trabalho na região dará continuidade à recriação do parque e à articulação de uma administração conjunta de diversas áreas protegidas, que abrangem o córrego Sobradinho e seus afluentes, desde a cabeceira até o cruzamento em uma ponte na BR 020 (rodovia para Fortaleza).

No Gama, a comunidade quer criar os parques Prainha e Ponte Alta, além de revitalizar o parque Vivencial do Gama. A intenção é fazer isso em forma de gestão compartilhada com a sociedade.

Portarias

A portaria do Altiplano Leste estabelece que o comitê gestor será constituído por dois integrantes (titular e suplente) de cada um dos órgãos: Secretaria de Meio Ambiente (Sema-DF), Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Terracap, Administração Regional do Paranoá, Associação dos Produtores Rurais do Altiplano Leste (Apralb), Associação dos Proprietários do Núcleo Rural Santa Luzia (ApromSanta), Associação dos Proprietários do Sítio das Oliveiras (Aprosol), Associação Ecovila Aldeia do Altiplano (Ecovila) e Autores do Projeto do Parque de Uso Múltiplo das Esculturas.

No Gama, o grupo de trabalho será composto pela Sema-DF, Ibram, Administração Regional do Gama, Instituto Federal de Brasília (campus Gama), Regional de Ensino do Gama e Gama Cidadão.

Em Sobradinho, além da Sema e Ibram, participarão as administrações regionais de Sobradinho e de Sobradinho II, Associação dos Amigos do Parque Canela de Ema e Associação SOS Ribeirão Sobradinho.