Com casa cheia, juíza diploma prefeito, vice e vereadores de Luziânia

Política

Com o plenário da Câmara Municipal de Luziânia completamente lotado, a Justiça Eleitoral diplomou oficialmente o prefeito Cristóvão Tormin (PSD), a vice Professora Edna (PROS), os vereadores e suplentes.

A solenidade de diplomação estava marcada para as 9h, desta segunda-feira (19). Contudo, foi transferida para as 17h, devido às decisões proferidas em recurso eleitoral, e também para que fosse realizada uma nova totalização dos votos  dos vereadores.

A Juíza da 19ª Zona Eleitoral de Goiás, Soraya Fagury Brito,  destacou a importância dos políticos terem conduta moral e ética, para a boa gestão dos recursos públicos porque foram eleitos em um Estado democrático. “Os governos são formados pelos cidadãos, que são responsáveis pelas políticas públicas”, disse.

Cristóvão Tormin

Em seu pronunciamento, Tormin fez questão de citar o nome de cada um dos vereadores eleitos e também dos suplentes. Ele lembrou que a eleição deste pleito, foi a mais judicializada da história da cidade, e emocionado agradeceu toda a população, que depositou confiança nos votos durante a eleição. “Este diploma é de todos vocês. Apenas eu, o estou recebendo, mas honrarei a cada voto recebido. Com trabalho, dedicação, espirito público e sobriedade. Porque ser prefeito de Luziânia, só quem já foi, é que sabe, a responsabilidade que é,  cuidar de uma cidade, com outra dentro. Pois aqui, nós temos três realidades, em uma, a Luziânia tradicional, a dos Parques Estrelas D´alva e a do Jardim Ingá, além da nossa área rural, que é bastante extensa” disse Cristóvão Tormin.

Com o diploma, a justiça eleitoral autoriza e credencia os eleitos para tomarem posse no dia 1º de janeiro de 2017. A cerimônia está marcada para começar a partir das 17h, no Centro de Cultura e Convenções Professora Abigail Brasil da Silveira.

Da redação