Candidatura de Rosso à presidência da Câmara se enfraquece com menção da Odebrecht

Política

Citado na delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, o deputado federal, Rogério Rosso (PSD-DF), candidato à presidência da Câmara dos Deputados, vê sua candidatura ser colocada em cheque por causa dos encontros que teve com o delator.

candidatura-de-rosso-a-presidencia-da-camara-se-enfraquece-com-mencao-da-odebrecht
Rogério Rosso

Já o atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não foi apenas mencionado, mas apontado como um dos beneficiários do esquema de corrupção da empreiteira. Além disso, Maia teria que contar com a benevolência do Supremo Tribunal Federal, que poderia anular a sua eleição, pois o artigo 57 da Constituição proíbe a reeleição de presidentes das casas legislativas numa mesma legislatura.

Não é a primeira vez que fazem ilações sobre a história política de Rogério Rosso. O deputado federal, Alberto Fraga (DEM-DF), afirmou durante o segundo turno da eleição da Câmara, em julho, que assistiu um vídeo da Operação Caixa de Pandora, gravado pelo delator Durval Barbosa, onde Rosso aparece. O pessedista nega qualquer participação no esquema.

 

Fonte:  Blog do Fred Lima