Aliança entre governo e sociedade fortalece proteção ao Descoberto

Geral

União dos projetos de conservação da bacia que abastece dois terços da capital federal será lançada na próxima quinta-feira (3)

Para fortalecer as atividades na Bacia do Descoberto e o diálogo entre governo e sociedade, será lançada nesta quinta-feira (3) a Aliança pelo Descoberto, uma interação de todos os projetos ambientais de conservação daquela região hidrográfica. A iniciativa faz parte da abertura da  Semana do Descoberto, que será realizada até o dia 9.

Na solenidade, o governo de Brasília entregará a 100 produtores da região da Área de Proteção Ambiental (APA) do Descoberto o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Ainda está prevista a assinatura do Pacto das Águas do Guariroba.

Durante a Semana do Descoberto, serão apresentados projetos de conservação da bacia, com assinatura de acordos de cooperação técnica, debates e discussões com estudantes e moradores da região.

Participam da cerimônia os secretários do Meio Ambiente, André Lima, e de Agricultura e Abastecimento, José Guilherme Leal; o diretor-executivo da Emater-DF, Rodrigo Marques; a superintendente executiva do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Goiás, Jaqueline Vieira da Silva; representantes do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ministério Público e sociedade civil organizada com atuação na região.

A barragem do Rio Descoberto, na divisa oeste entre o Distrito Federal e Goiás, abastece de água de dois terços da população brasiliense. Conservar esse  manancial é dever de todos e obrigação do Estado, que tem promovido ações de proteção e recuperação do reservatório e córregos.